4 de dez de 2016

Livros Oficiais, Documentos Públicos Preservados

A cidade de Jaguarão - RS fica a 1.120 km daqui, mas a distância não é obstáculo. Estes livros estavam completamente tomados por pragas ainda vivas e atuantes, as costuras estavam podres e as capas não existiam mais. Cada uma das folhas precisaram de algum reparo ou emenda, muito quebradiças e com fungos.

Parte de um lote de 20 livros, dos piores do acervo, estou absolutamente certo de que nenhum outro encadernador seria capaz de um trabalho desta qualidade.

Quanto ao titular do Cartório, merece das autoridades pelo menos uma menção honrosa pelo trabalho e custos que está tendo para recuperar o acervo da cidade, pois em cada um destes livros está a história dinâmica daquele povo.

Não apenas este ser humano de alto nível de responsabilidade, mas todos os outros que também enfrentam distâncias, custos de correio, relutância de corregedores, falta de informação e ainda assim preservam e dão condições dignas ao acervo de livros e documentos sob sua égide.

A todos de minha lista de clientes o meu reconhecimento pelo heroísmo.

Como estavam as capas, devoradas por pragas,
o dano se estendia a boa parte das primeiras e últimas folhas
O principal atrativo deste material é a cola orgânica (gelatina), usada antigamente.




Alguns livros já terminados.








Nenhum comentário: