26 de jun de 2011

Cuidados com os livros no clima seco

Neste inverno, o clima promete ser frio e seco na região sul e centro-oeste.
O papel sofre com a ação do clima seco, muito mais intensamente do que com o clima húmido.
Para minimizar o processo de ressecamento, seria ideal que fossem mantidos em ambiente controlado, com a Temperatura entre 16º C e 21º C e Humidade Relativa entre 45% e 60%, mas não conheço quem se disponha a esse cuidado, que é dispendioso e impraticável, pois os livros são de manuseio intenso.
Não pretendo abordar a conservação de livros em museus e bibliotecas de raridades inestimáveis, que utilizam maquinaria pesada, procedimentos técnicos avançados e pessoal qualificado.
Os cartorários e os felizes leitores podem pelo menos adotar a seguinte precaução:

1 - Manter o livro em pé

Para oferecer a menor área possível à ação do tempo, o livro deve ser posto sempre em pé, junto a outros livros de tamanho semelhante e levemente apertados uns contra os outros.
Muitos cartórios têm cometido o erro de guardar os livros deitados, seja por estarem muito deteriorados ou simplesmente para facilitar o manuseio de livros muito pesados.
Oferecendo muita área a ação do clima, as folhas do livro entumecem (incham) com a humidade e ressecam com o tempo seco, ficando cada dia mais onduladas e separadas umas das outras. Nesta posição, o processo normal de evaporação da celulose é bastante acelerado, permitindo a entrada de poeira e tornando o papel quebradiço muito rapidamente.
Em pé.oferece apenas a superfície do alto do livro.
Tenho trabalhado livros de 1960 em adiantado estado de ressecamento e com as folhas sujas de poeira, resultado da guarda inadequada. Muito acabados para a idade.
Portanto, seja qual for o estado do livro, mantenha-o sempre em pé e apertado entre outros livros.



Nenhum comentário: