8 de jul de 2009

DIGITALIZAR LIVROS E DOCUMENTOS - CUIDADOS.

Procurado por um encadernador de cópias xerox, pediu preço para "um monte de livros que um amigo estava digitalizando".

Que tinha que desmontar os livros para fazer o serviço, querendo saber quanto eu cobrava para fazer as encadernações com a minha qualidade.

Cheirou a malandragem, de cara.

Pensei comigo: algum pobre homem está preocupado com o conteúdo de seus livros e está digitalizando, talvez um juiz ou oficial de cartório ou museólogo, difícil saber. Querendo preservar com qualidade, está penando nas mãos de pessoas que não tem a menor capacidade de fazer um trabalho de qualidade e só estão interessados em faturar em cima.

Dei o meu preço exato e certo, para livros formato ofício, com cerca de trezentas folhas cada, com espelhos de tela, lombada e cantos de couro e uma boa restauração do miolo, seja costurado ou amarrado. Dei o preço, sabendo que nunca mais ia ouvir falar do assunto.

E não foi diferente do que pensei. Infelizmente.

Algum cavalheiro está recebendo um trabalho inadequado por seu dinheiro.

Afirmo sem ver!

Digitalizar documentos e livros é louvável ou lamentável, depende do uso que se vai dar ao material. Agora, DESTRUIR AS ENCADERNAÇÕES NO PROCESSO, é sempre desaconselhável. O ideal seria desmontar com técnica, preservando as capas das obras ou mantendo as encadernações originais o máximo possível. Se não é possível preservar e em última instância, fazer a nova encadernação de forma que dialogue com o conteúdo do livro, o tema e a época em que foi feito. Se isso não acontecer, uma importante obra pode ter sido mutilada e perdido todo seu valor bibliográfico. Além disso, provavelmente, a encadernação que substituiu a antiga é uma mera encadernação bastarda feita a baixo custo, com técnica e material inferior, provavelmente usando guilhotina para refilar os lados dos livros, apressando a deterioração irreversível do material, que antes da digitalização estava muito bem, obrigado.

Permanece a máxima até hoje inquestionável:

CADA UM TEM O LIVRO QUE MERECE!

Nenhum comentário: